Buscar
  • Bruno Reis

Como as Formas influenciam no conceito da Marca

Atualizado: 21 de Dez de 2019



Todo projeto de identidade visual é precedido de um briefing. Briefing nada mais é do que uma coleta de dados sobre o projeto e que deve ser levado sempre em considerção em cada tomada de decisão. Falaremos de briefing em um outro post específico para isso.

Quando trabalhamos com formas visuais, devemos tomar cuidado e sempre lembrar a mensagem que deve ser transmitida. Abaixo mostrarei alguns exemplos com a marca do estúdio. Variando a forma, mudamos o conceito.

Traços e curvas suaves e elementos específicos, trazem uma leveza para a forma


O movimento é a palavra-chave nesse símbolo. O detalhe do arco esquerdo quebra a simetria, dando uma alusão a um movimento vindo da direita para esquerda.

Adição de elementos a mais para representar o conceito do chapeu do cangaceiro. Deixando o símbolo com um ar mais divertido.



Curvas e traços retos. Cantos pontudos. As formas com essas características tendem a ser mais sólidas e deixa uma aspecto mais masculino.



Forma mais enxuta da versão anterior. Brevidade do símbolo.



É possível a percepção dos dois conceitos da marca: o sol e o chapéu do cangaceiro. A literalidade também deixa uma sensação de divertido.

O sol e o chapéu se unem em formas simples e direta. Mas aqui entra a subjetividade. A interpretação do símbolo pode variar pelo observador..

Símbolo original do estúdio. A abstração é maior e unem os dois conceitos principais da marca.

Existem inúmeras maneiras de representar uma ideia ou conceito. Mas é importante ter em mente algumas sensações que cada tipo de forma passa. O estudo do design se preocupa com isso, pois trabalhamos com formas visuais o tempo todo.

Até a próxima!


gif


24 visualizações
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Pinterest - Black Circle

Estúdio Pexeras